terça-feira, 20 de julho de 2010

LEI DO CAMINHÃO DE LIXO

Um dia peguei um táxi para o aeroporto. Estávamos rodando na faixa certa, quandode repente um carro preto saltou do estacionamento na nossa frente. O taxista pisou no freio, deslizou e escapou do outro carro por um triz! O motorista do outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nósnervosamente. Mas o taxista apenas sorriu e acenou para o cara, fazendo umsinal de positivo. E ele o fez de maneira bastante amigável. Indignado lhe perguntei: 'Porque você fez isto? Este cara quase arruína o seucarro e nos manda para o hospital!' Foi quando o motorista do táxi me ensinou o que eu agora chamo de "A Lei doCaminhão de Lixo." Ele explicou que muitas pessoas são como caminhões de lixo. Andam por ai carregadas de lixo, cheias de frustrações, cheias de raiva, traumas e dedesapontamento. À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de umlugar para descarregar, e às vezes descarregam sobre a gente. Não tome issopessoalmente. Isto não é problema seu! Apenas sorria, acene, deseje-lhes o bem, e vá em frente. Não pegue o lixo detais pessoas e nem o espalhe sobre outras pessoas no trabalho, em casa, ou nasruas. Fique tranqüilo... Respire e DEIXE O LIXEIRO PASSAR... O princípio disso é que pessoas felizes não deixam os caminhões de lixo estragarem o seu dia. A vida é muito curta, não leve lixo. Limpe os sentimentosruins, aborrecimentos do trabalho, picuinhas pessoais, ódio e frustrações.Ame as pessoas que te tratam bem. E trate bem as que não o fazem. A vida é 10% o que você faz dela e 90% a maneira como você a recebe!
Tenham uma boa semana, livrem-se de lixo, de maneira correta!!!!

Um comentário:

Cristiane Ohara disse...

Concordo perfeitamente! Tenho uma verdadeira Comlurb de frente pra minha casa!
É difícil controlar a vontade, grande, de mandar essas pessoas pra...suas casas!
Valeu a postagem, encontrei um adjetivo que combina perfeitamente com essas pessoas.

ET.: Obrigada pelo comentario que fez no meu blog, ano passado, eu estava sem net desde JUL/13.

Abraço,
Cris Ohara.